O universo das criptomoedas


Diariamente o mundo passa por mudanças, desde as menos notáveis até as mais significativas, no entanto, a maioria dessas mudanças estão relacionadas aos avanços tecnológicos.


E um desses avanços envolve outros setores, como, por exemplo, o setor financeiro. Certamente, em algum momento enquanto navegando pela internet ou até mesmo acompanhando os noticiários, você já esbarrou com os termos "Bitcoin” ou “Criptomoeda”.

As criptomoedas tem se popularizado cada vez mais, caindo na graça de muitas pessoas, mas o que precisamos saber sobre o dinheiro do futuro? No artigo de hoje, vamos abordar sobre o universo das criptomoedas. Boa leitura!


Mas afinal, o que são criptomoedas?

O conceito de criptomoeda vem do termo criptografia, uma técnica de segurança digital muito utilizada para assegurar a integridade de dados e de transações, sendo assim, a tecnologia por trás da criptografia consegue reduzir as tentativas de fraudes e falsificações, o que também está presente nas criptomoedas.

Sendo assim, podemos definir a criptomoeda como uma espécie de moeda virtual. Através dela, é possível realizar transações no ambiente virtual, como, por exemplo, comprar e vender serviços e produtos online. No entanto, as criptomoedas ainda não são aceitas em todos os lugares, apenas algumas lojas virtuais e/ou físicas aceitam como pagamento as criptomoedas.

A maioria das criptomoedas são descentralizadas, ou seja, elas não são emitidas por governos, bancos centrais ou país específico, podendo ser comprada ou vendida sem intermédio de terceiros. Teve sua origem, após a crise norte-americana que ocorreu em 2008, como a premissa de torna-se uma opção às moedas convencionais, dando origem ao termo moeda virtual.

Por serem um tipo de criptoativo, não há lastro para as criptomoedas, devido a sua não associação ao papel-moeda. A primeira moeda virtual que conhecemos, é o famoso Bitcoin que surgiu em 2009, foi anunciado por um programador cujo pseudônimo é Satoshi Nakamoto, não tendo muita credibilidade das pessoas. No entanto, as criptomoedas caíram na graça das pessoas e atualmente existem mais de 5.000 tipos de criptomoedas.


Como funcionam as criptomoedas?

Como mencionado anteriormente, as criptomoedas é um tipo de criptoativo descentralizado, que recorre ao sistema de criptografia, ou seja, isso permite que todas as transações sejam realizadas, de maneira anônima. Visto que, por tratar-se de uma moeda descentralizada, ela não passa por nenhuma regulamentação, tal como, governos, banco central, empresas ou instituições financeiras. Sendo assim, as transações e negociações de criptomoedas são realizadas por blockchain, uma rede própria que atua como um enorme banco de dados.

No caso do Bitcoin (um tipo de criptomoeda), tem suas partes representadas por um complexo código, onde não é possível alterar. De modo geral, quando uma parte do Bitcoin é comprado, como se trata de uma moeda virtual não palpável, o comprador recebe, na verdade, esse código que representa a moeda.


Como adquirir criptomoedas?

Para se adquirir criptomoedas, como, por exemplo, bitcoins que é o criptoativo mais popular disponível no mercado das criptomoedas hoje, há três formas:


  1. Criptmoedas como pagamento: uma das maneiras de adquirir partes de bitcoins ou de qualquer outra moeda, é passar aceita-las como pagamento em seu negócio;

  2. Comprar criptmoedas: outra maneira de adquirir criptomoedas é através da compra de alguém que tenha posse ou por corretoras especializadas em criptomoedas, sendo essa opção, a mais eficiente para se ter criptomoedas.

  3. Mineração: a terceira e ultima forma de adquirir criptomoedas, como, por exemplo, o bitcoin, é através da mineração. No entanto, esse é um processo demorado e muitas vezes envolve um alto investimento.


Por que as criptomoedas são consideradas como o dinheiro do futuro?

Podemos dizer que profere o termo dinheiro do futuro sobre as criptomoedas tornar-se o dinheiro do futuro, está acerca da sua segurança se comparada ao dinheiro comum, que usamos hoje. Visto que, as criptomoedas utilizam do sistema de criptografia, sendo assim, possuem enorme segurança contra fraudes e falsificações.

Como mencionado, para realizar as negociações e transações de criptoativos, são utilizados os blockchain, um enorme banco de dado que armazena as transações e através da sua alta segurança, garante que não haverá fraudes e/ou falsificações, por isso, recebe menção para tornar-se o dinheiro do futuro.

Embora as criptomoedas ainda não sejam amplamente difundidas, elas têm se tornado cada vez mais populares. Outra característica que as apontam como o dinheiro do futuro é que devido sua descentralização não há tarifas ou cobranças de taxas extras ao realizar transações com a moeda virtual, sem intermédio de terceiros, tal como os já citados anteriormente.

Embora as criptomoedas tenham basicamente a mesma finalidade das moedas físicas em circulação, sendo suas funções comprar produtos e serviços. Elas possuem um diferencial, atualmente as criptomoedas, principalmente o bitcoin, são vistos para investimento. Diversas pessoas adquirem criptomoedas com a perspectiva de que, no futuro, quando as transações dos criptoativos estiverem mais difundidos, a moeda seja ainda mais valorizada.

11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo