Sua senha é forte? Conheça a importância da definição de uma boa senha


A utilização de senhas é um requisito antigo de autenticação, sendo muito utilizado em serviços online e serviços bancários, entre outros para atestar a veracidade do usuário, de modo a evitar fraudes e sequestros de informações. E em casos de tentativas de sequestros de informações, uma boa senha serve como a primeira barreira para impedir que seus dados caiam em mãos erradas.

Quando criamos logins em diferentes sites, é cômodo pensarmos em uma senha mais fácil de ser lembrada, até mesmo repetindo-a em diferentes plataformas. Entretanto, isso não é a estratégia mais adequada a ser seguida. Visto que uma senha fácil de ser lembrada e/ou muitas vezes usadas, é mais suscetível de ser quebrada por criminosos.

Pensando nisso, no nosso artigo de hoje, vamos abordar a importância de definir uma boa senha ao se cadastrar em serviços online. Boa leitura!

Mas afinal, qual é o conceito de senha?

Uma senha, palavra-chave ou password é um conjunto de caracteres que formam um código secreto que dá acesso a algo, podendo ser desde o acesso ao celular, até em serviços bancários. Sem essa combinação de caracteres o acesso é negado, impedindo que pessoas não autorizadas tenham acesso aos seus dados sensíveis.

O uso de senhas é antigo, onde apenas palavras eram usadas como códigos pelos Romanos. Contudo, em 1960 as senhas começaram a ser destinadas ao uso da computação pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts.

Sendo assim, quando as senhas são aplicadas em sistemas de computação, elas atuam como serviço de autenticação dos usuários, de modo que ao inserir a palavra-chave correta, é lhes concedido privilégios, através do acesso às informações guardadas por essa senha.

Atualmente, o uso de senhas é muito comum para autenticar a identidade do usuário ao acessar contas de e-mail, sites e o próprio computador, normalmente o uso da senha está associado a um nome de usuário ou também conhecido por login.

Política de senhas

O uso de senhas não está restrito a usuários particulares, mas também de meios corporativos. Entretanto, as instituições corporativas precisam adotar políticas de senhas para aumentar o nível de segurança da empresa.

Política de senha está relacionada com o que chamamos senhas fortes, isso ocorre devido à política de senha ser um conjunto de regras direcionadas para aumentar a barreira de segurança dos computadores de uma instituição.

Sendo assim, a premissa da política de senha é propor aos usuários um conjunto de regras que vai desde instruções de criação de senhas fortes, até o incentivo de como utilizá-las corretamente.

As senhas fortes, assim como, utilizá-las corretamente no meio corporativo é de extrema importância para garantir a segurança dos dados, podendo criar um ambiente de trabalho mais seguro e menos suscetíveis a ataques de cibercriminosos.

Como nossas senhas podem ser descobertas?

Estamos sempre mencionando que as senhas atuam como uma primeira barreira para bloquear ataques de cibercriminosos ou acesso indevido em sua conta. Os cibercriminosos sempre estão à espreita para disferir ataques cibernéticos e sequestrarem dados sensíveis de suas vítimas.

No entanto, para terem acesso às informações dos usuários, os cibercriminosos precisam ter primeiramente acesso à senha do usuário. Através de violação de dados ou ataques phishing, ou ataques de dicionário, os cibercriminosos em pouquíssimo tempo consegue ter acesso à senha do usuário alvo, por isso, ter uma boa senha é importante, pois dificulta o trabalho dos criminosos que tentam obter a senha por outro meio.

A seguir, entenda como funciona a violação de dados, os ataques phishing e o ataques de dicionário:

  • Violação de dados: a violação de dados ocorre quando cibercriminosos atacam serviços eletrônicos, tal como, sites de compras e provedores de redes sociais. Nesse tipo de ataque, os criminosos ficam a par de todas as informações dos usuários, desde as informações de login até nome, endereço e alguns dados bancários dos usuários.

  • Ataques phishing: esse tipo de ataque é muito recorrente, pois os criminosos mascaram links maliciosos enviados através de e-mail e sites de compras de grandes marcas para obter informações de login dos usuários, a partir do login e senha, os criminosos podem ter acesso a outras informações vinculadas a conta, tal como, dados bancários, endereços, etc.

  • Ataques de dicionário: esse método de obtenção de senhas por parte dos criminosos, recorrem a programas específicos para tentar descobrir sua senha. Esse programa é conhecido por utilizar lista de palavras, como um dicionário, caso a senha do usuário seja uma palavra comum, em um curte intervalo de tempo o cibercriminoso tem acesso à senha. Visto que, escolher uma senha composta por palavras comuns, torna o usuário mais suscetível a ter sua senha violada.

Mas afinal, quais são as características de uma senha forte?

Caro leitor, talvez você esteja se perguntando o que torna uma senha forte, quais são suas principais características que aumentam a segurança dos usuários. Bom, a alguns critérios que podemos seguir para que uma senha seja considerada adequada e segura:

  • Exclusividade: o primeiro critério para caracterizar uma senha como adequada é a exclusividade da mesma, ou seja, ela precisa ser única, uma combinação de caracteres que serão utilizados apenas em um local.

  • Criatividade: ao criar uma senha, seja criativo, mude letras por números, insira caracteres especiais. Não use senhas obvias, tal como, senhas que possam ter características pessoais expostas em redes sociais, como: data de aniversário, nome, time do coração, banda favorita, etc.

  • Atualização de senha: mantenha sempre suas senhas com combinações recentes, isso pode dificultar ainda mais o trabalho do cibercriminosos caso você seja um alvo de ataque. Pois, uma senha atual tem menor risco de ser violada.

  • Senha longa: use senhas longas, se for possível utilize todos os caracteres permitido, pois senhas longas com no mínimo 15 caracteres são considerados como senhas fortes.

Gerenciadores de senhas

Para quem não consegue memorizar uma senha longa com caracteres especiais ou precisa gerenciar diversas senhas, há aplicativos específicos para isso, os gerenciadores de senhas podem facilitar muito a vida dos usuários, pois eles contam com:

  • Geradores de senha: a maioria dos aplicativos gerenciadores de senhas contam com o recurso que permite que o usuário gere senhas com combinações de caracteres seguras, sem você precisar quebrar a cabeça para criar uma boa combinação, o aplicativo faz isso por você.

  • Criptografia de dados: suas senhas estarão seguras no aplicativo, graças ao recurso de criptografia de dados. E para você ter acesso e gerenciar suas senhas, é necessário ter uma senha-mestra, que não deve ser compartilhado com ninguém.

  • Suas senhas nas nuvens: com o uso de gerenciadores de senhas, suas senhas estão seguras armazenadas nas nuvens. O que garante ao usuário acessar as suas senhas de qualquer lugar, principalmente pelo celular.

  • Cibersegurança: outro ponto importante dos aplicativos gerenciadores de senhas é o recurso que alerta o usuário sobre as senhas comprometidas, duplicadas, antigas demais ou fracas.

Mantenha suas senhas protegidas

É fato que possuir senhas fortes garantem que pessoas mal intencionadas não tenham fácil acesso as nossas senhas. Entretendo, não basta apenas criarmos senhas adequadas, é preciso que tenhamos boa conduta ao gerenciá-las, de modo a mantê-las seguras, por isso é primordial cuidarmos de nossas senhas através de passos básicos:

  • Não utilizar uma senha universal para todas contas.

  • Evite anotar as senhas em blocos de notas no celular.

  • Não compartilhe suas senhas.

  • Evite sempre que puder salvar senhas no preenchimento automático do navegador.

  • Sempre que possível, troque suas senhas.

  • Sempre que disponível, utilize o recurso de autenticação de dois fatores.

20 visualizações0 comentário